Voltar - Página Inicial Comentários Contactos Links Mapa do Site Definir como Homepage Adicionar aos Favoritos Canal de Conversação
Search

Notícias Equestres


Celebridades prestam homenagem a Amália Rodrigues no Vimeiro
24/07/2007
Em tributo à diva do fado português, figuras públicas participaram simbolicamente numa prova de obstáculos no Concurso de Saltos do Vimeiro e terminaram a noite a cantar o fado para assinalar a data de aniversário da fadista

No âmbito das comemorações do aniversário de Amália Rodrigues, realizou-se no passado dia 22 de Julho, no XI Concurso de Saltos Internacional (CSI***) do Vimeiro, uma prova especial de obstáculos para figuras públicas em homenagem à Rainha do Fado português.

A Prova Amália Rodrigues contou com a participação de Luís Represas, José Cid, Diogo Infante e Matilde Stilwell, que fizeram parelhas com cavaleiros internacionais de renome. Matilde Stiwell fez parelha com o holandês Roelof Bril; José Cid com a actual campeã nacional em título, Marina Frutuoso de Melo; Luís Represas com o campeão francês em título, Eric Navet; e Diogo Infante com o britânico Phillip Spivey.

O triunfo coube à parelha Matilde Stilwell e Roelof Bril, que terminou a prova em 51,16’’. “Fiquei muito contente por ter sido uma das pessoas escolhidas para prestar este tributo à grande fadista, Amália Rodrigues. Foi uma prova simbólica, bastante divertida, em que o público se sentiu mais motivado a interagir. Esta prova é também um exemplo a seguir. Em Inglaterra, este género de provas de obstáculos com figuras públicas é comum para chamar atenção para a modalidade, mas em Portugal é a primeira vez que acontece. Estas iniciativas são importantes para dar visibilidade à modalidade, que muitas vezes é ofuscada pelo futebol”, afirmou Matilde Stilwell após a vitória.

Matilde Stilwell é actualmente cavaleira de Concurso Completo de Equitação (CCE), tendo já sido qualificada para ir aos Jogos Olímpicos em 1994. “A minha paixão pelos cavalos foi herdada do meu pai. Desde muito pequena que monto. Aos 12 anos fiz a minha primeira prova de obstáculos e aos 14 anos, fui consagrada campeã nacional de obstáculos juvenis” recorda Stilwell.

Também já familiarizado com estas provas de obstáculos há muitos anos, o cantor José Cid em parelha com Marina Frutuoso de Melo conquistou o segundo lugar na tabela de classificações numa disputa renhida com Matilde Stilwell, tendo terminado a prova apenas 7 décimas de segundo mais tarde que a vencedora (51,86’’).

O cantor Luís Represas com o cavaleiro francês Eric Navet arrebatou o terceiro lugar no pódio. Em quarto, ficou o actor português Diogo Infante, que está há aproximadamente um ano a treinar para fazer provas de obstáculos.

Ao anoitecer, em memória de Amália Rodrigues fez-se silêncio e cantou-se o fado. Fernando Machado Soares, Ana Sofia Varela e António Zambujo, acompanhados à guitarra por Mário Estrelinha e Paulo Parreira cantaram as conhecidas músicas da fadista.

Mas o grande momento de homenagem à Rainha do Fado coube a José Cid e Luís Represas. «Fado Sobreiro», «Povo que lavas no Rio» e «Casa da Mariquinhas» foram alguns dos temas cantados por José Cid. Já Luís Represas resolveu homenagear a fadista com uma música da sua discografia, aquela que Amália Rodrigues lhe pedia sempre para cantar quando o via: «Ser poeta». E foi ao som do poema de Florbela Espanca que a memória de Amália Rodrigues se eclipsou nas palavras do refrão: «E é amar-te, assim, perdidamente...É seres alma, e sangue, e vida em mim. E dize-lo cantando a toda a gente!»


(©) Copyright Cavalonet 2000 - 2013