Voltar - Página Inicial Comentários Contactos Links Mapa do Site Definir como Homepage Adicionar aos Favoritos Canal de Conversação
Search

Notícias Equestres


Debate sobre a corrida à portuguesa encheu o Salão Nobre do Campo Pequeno
13/03/2010
A segunda conferência do ciclo promovido pelo Campo Pequeno, subordinada ao tema “A Corrida À Portuguesa” encheu quinta-feira à noite o Salão Nobre da Monumental lisboeta.

Os cavaleiros Luís Miguel da Veiga e Rui Salvador e os forcados João Nunes Patinhas e Vasco Dotti animaram esta conferência, que teve dois sub-temas: “Toureio a cavalo à portuguesa: Arte em extinção” e “Ser focado: Uma filosofia de vida”?

Em franco e animado diálogo com a assistência, Luís Miguel da Veiga e Rui Salvador compararam várias épocas do toureio a cavalo em Portugal e Espanha, a evolução do toiro de lide e o ensino do cavalo de toureio ao longo do último século.

No capítulo da pegas, João Patinhas e Vasco Dotti abordaram a evolução desta arte ao longo do século XX, o contributo dos forcados amadores para essa evolução, a sua expansão além fronteiras e sublinharam a capacidade de liderança como a principal característica de um cabo de forcados.

Tema comum à evolução tanto do toureio a cavalo como da pega, foi a própria evolução genética do toiro, tendo os quatro conferencistas considerado que o toiro de lide da actualidade ganhou em bravura, mas perdeu em acometividade e que essa alteração condiciona a realização de ambas formas de expressão artística.

A próxima conferência decorrerá no dia 25 de Março, tendo como tema a corrida integral e a participação do matador de toiros Mário Coelho, do novilheiro Manuel Dias Gomes sob a moderação do historiador e aficionado José Henriques.


(©) Copyright Cavalonet 2000 - 2013