Voltar - Página Inicial Comentários Contactos Links Mapa do Site Definir como Homepage Adicionar aos Favoritos Canal de Conversação
Search

Notícias Equestres


As Festas de Samora
26/08/2004
De 13 a 16 de Agosto Samora viveu a mais pura tradição Ribatejana.

Samora Correia viveu, mais uma vez, intensamente as suas Festas em Honra de Nossa Senhora da Oliveira e Nossa Senhora de Guadalupe. A organização das festas a cargo da ARCAS- Associação Recreativa e Cultural Amigos de Samora, teve este ano a parceria do Clube Taurino de Samora Correia, que levou a seu cargo a construção do recinto destinado a realizações de campo como as provas de condução de cabrestos e picaria à vara larga, com a colaboração da Câmara Municipal de Benavente. As picarias à vara larga, recuperadas em mil novecentos e oitenta, realizadas, em espaços gentilmente cedidos por entidades particulares, por ocasião das Festas de Nª Sª de Oliveira e Nª Sª de Guadalupe, foram interrompidas em meados da década de noventa por falta de espaço disponível adequado. O Clube Taurino de Samora Correia defensor das Festas e Tradições Samorenses conseguiu um excelente espaço cedido, (Samora continua sem ter um recinto público para estas actividades) mais uma vez, por uma entidade particular, recuperou, numa parceria com a Câmara Municipal do Concelho de Benavente, esta tradição, a que assistiram milhares de aficionados neste dia grande da Festa Ribatejana.

Na sexta-feira 13 de Agosto, dia do ganadero, ao intervalo da corrida concurso de ganadarias, a D. Eduardo Guedes de Queiroz foi prestada uma significativa homenagem pelos samorenses nas comemorações dos cinquenta anos da divisa amarela e azul de Herdeiros de Conde de Cabral.

No sábado 14, foi o dia do campino, dia em que, cerca das 17 horas, no Largo do Calvário, foi prestada a homenagem ao campino da Companhia das Lezírias, Dionísio Alexandre. Foi um ponto alto das Festas, com mais de uma centena de cavaleiros presentes, entre campinos e amadores. A multidão acorreu em massa para presenciar este acontecimento.
As provas de condução de cabrestos, com a participação de dez Casas Agrícolas, entusiasmaram a assistência que tributou ovações sucessivas aos concorrentes que entusiásticamente participaram nestas provas de campo. À tarde depois da homenagem ao campino os toiros passaram na Avenida de “O Século” e a multidão, sem arredar pé, viu a milímetros os cornos dos toiros conduzidos pelos homens da lezíria.

No dia 15 de Agosto, data em que por toda a Península Ibérica há acontecimentos religiosos de homenagem aos santos padroeiros e se realizam festas com toiros, aconteceu também em Samora, no domingo de manhã, a picaria à vara larga.Lidaram-se quatro toiros gentilmente cedidos, pelos ganaderos: Oliveira,Irmãos (1), Herdeiros de Conde Cabral (2) e um toiro adquirido pelo Clube Taurino à ganaderia da Sociedade Agro-Pecuária de Santo Estêvão. À tarde a procissão de Nossa Senhora de Alcamé, cuja imagem é transportada sobre um carro de bois, com grande participação de campinos e amadores, mais de centena e meia de cavaleiros, que acompanharam, desde a entrada da freguesia, no Porto Alto, até à Igreja Matriz, constituiu a homenagem dos homens do campo à sua padroeira - Nossa Senhora de Alcamé.

No dia 16 de Agosto, de manhã cedo, os toiros da corrida passaram na rua para que os aficionados ao toiro pudessem ver o curro de Prudêncios. À tarde houve entrada de toiros e à noite os toiros da Casa Prudêncio foram lidados à portuguesa, numa toirada de homenagem ao campino Dionísio Alexandre, à qual quis comparecer o Administrador da Companmhia das Lezírias, Dr. Salter Cid, a fim de partilhar com os Samorenses o momento de honrar a figura de um campino da empresa que dirige superiormente. A devoção sincera a Deus e aos Santos e o apego à mais pura tradição ribatejana levam os Samorenses, em cada ano que passa, a dar maior brilho e grandiosidade às festas de Samora, forma explícita de honrar a memória de todos os antepassados que contribuíram para que tão importantes laços culturais mantenham viva a chama das tradições Samorenses.

Autor
Sérgio Perilhão
Resultados das provas de Sábado:

Prova de Condução de Cabrestos

Class. - Casa Agrícola - Tempo
1º - Companhia das Lezírias - 1.19.66
2º - Engº Lopes da Costa - 1.44.25
3º - José Luís Dias - 1.44.71
4º - Soc. Agrícola Qta. Foz - 1.57.94
5º - Herd.José Infante da Câmara - 1.59.54
6º - Comp. das Lezírias (jogo novo) - 2.24.08
7º - Soc. Ag. Rio Frio - 2.56.50
8º - Casa Prudêncio - 3.06.40
9º - Soc. Agrícola Arneiro S.Pedro - 5.25.60
10º - Herdeiros de Conde Cabral - 6.09.39

Prova de Condução de 1 Cabresto

Class. - Casa Agrícola - Tempo
1º - Emilio Infante da Câmara - 1.10.93
2º - Casa João Marmelo - 1.37.74
3º - Soc. Agrícola do Outeiro - 1.38.20

Prova de Perícia de Campinos

Class. - Nome - Casa Agrícola - Tempo
1º - José Paulo Silva - Manuel Coimbra - 00.56.30
2º - Dionísio Alexandre - Companhia das Lezírias - 00.56.63
3º - Casimiro Diogo - Portucale - 00.56.87
4º - Bruno Oliveira - -Manuel Coimbra - 01.03.76
5º - Nelson Soares - Casa Prudêncio - 01.04.34

Brevemente poderá ver as fotos das festas na galeria Cavalonet.


Mais detalhes ... Program Gallery
(©) Copyright Cavalonet 2000 - 2013