Voltar - Página Inicial Comentários Contactos Links Mapa do Site Definir como Homepage Adicionar aos Favoritos Canal de Conversação
Search

Notícias Equestres


Corrida da Ascenção na Chamusca
08/05/2005
Passamos a publicar uma crónica enviada por Bernardo Cid sobre a corrida que decorreu na passada 5ª Feira de Ascensão na castiça vila da Chamusca.

Chamusca – 05/05/2005

Cavaleiros:
João Palha Ribeiro Telles
António Palha Ribeiro Telles

Matadores:
José Luís Gonçalves
Uceda Leal

Forcados:
Aposento da Chamusca

Ganadaria:
Santa Maria

Lotação: ¼ de casa


Em data tradicional do Concelho da Chamusca, o empresário António Manuel Cardoso “Néné”, não conseguiu melhor do que um ¼ da lotação da quase centenária praça da Chamusca, mesmo tendo como atractivos a presença do conceituado matador de toiros Uceda Leal e o regresso do Grupo do Aposento da Chamusca à praça da sua terra.

Os toiros do Eng. Lobo de Vasconcelos, no geral foram mansos, só dando lide através do muito labor dos intervenientes, sendo o sétimo o melhor da tarde.

João Ribeiro Telles, no que abriu praça, andou muito ao seu estilo cravando dois compridos, sem história. Com nova montada, João através de algum labor conseguiu sacar alguma lide ao toiro, vendo com agrado dois ferros curtos e um violino, ao seu estilo.

No segundo da corrida, António Ribeiro Telles andou em tarde inspirada diante de um toiro pouco colaborador e com maldade. Com os compridos, depois de bem preparados, cravou três ferros “en su sítio”. Com o “Pintor”, foi um autêntico quadro de Rembrant, cravando cinco ferros ao estribo, seguindo as mais cuidadas regras de bom toureio.

No toiro a duo, conseguiram imprimir um ritmo agradável, tanto nos compridos, como nos curtos, aproveitando sempre o ressalto um do outro mas rematando os ferros.

Na forcadagem, a papeleta foi toda resolvida com acerto, sendo as pegas feitas pelos forcados João Braga, Pedro Coelho dos Reis e um outro rapaz que não conseguimos apurar o nome.

No toureio a pé, José Luís Gonçalves teve uma tarde menos boa, passando despercebido pela Chamusca só se vendo toureria a espaços, sendo grande parte da culpa dos toiros.

De Uceda Leal, apesar de tourear em “Las Ventas” no sábado dia 7, vimos alguma entrega, mesmo não conseguindo sacar lide ao primeiro. No seu segundo, bordou o toureio quer com o capote, quer com a muleta.

Bernardo Cid.


(©) Copyright Cavalonet 2000 - 2013