Voltar - Página Inicial Comentários Contactos Links Mapa do Site Definir como Homepage Adicionar aos Favoritos Canal de Conversação
Search

Notícias Equestres


Dois importantes Cursos para Juízes, Criadores, Proprietários ou Amadores
30/03/2006
Depois dos enormes êxitos dos últimos Cursos “Julgar Modelo e Andamentos”, em que muitos não se puderam inscrever por falta de vagas, a Associação Portuguesa do Cavalo Árabe e a Associação Portuguesa do Cavalo Anglo-árabe, em estreita colaboração com a Coudelaria Nacional, decidiram organizar, em 8 e 9 de Abril, dois novos cursos.

O horário previsto estende-se das 10:00 às 13:00 e depois de almoço das 15:00 às 18:00, aproximadamente.

O seminário, que não é uma repetição dos cursos já realizados, terá lugar na Coudelaria Nacional (Fonte Boa), instalação imediatamente posta à disposição dos organizadores pelo seu Director, Sr. Dr. Mário Barbosa, no seu desejo de colaborar em tudo o que pode contribuir para o progresso da criação cavalar portuguesa. Assim, estarão à disposição dos participantes um anfiteatro, o picadeiro e numerosos cavalos para a parte prática.

Um dos cursos, no dia 8, ensinará a maneira de apreciar um cavalo ou de julgar e intitula-se “Aspectos dos Julgamentos de Cavalos na Europa”; o outro, no dia 9, tratará da “Organização da Criação Cavalar na Europa”.
Pela primeira vez em Portugal, ambos serão professados pelo ilustre Dr. Xavier Guibert, “Director dos Projectos Europeus e Internacionais” dos Haras Franceses, juiz, cavaleiro e orador.

Estes cursos, com uma parte teórica e outra prática, destinam-se a todos aqueles que desejam aprender ou aumentar os seus conhecimentos, sejam eles criadores, juízes, candidatos a juízes, proprietários ou simples amadores, e orientam-se para os cavalos de todas as raças.

As principais finalidades dos Cursos são a de dar uma visão alargada do que se passa a nível internacional e particularmente europeu, instruir aqueles que gostam de cavalos, ensinar a distinguir o bom cavalo do menos bom, preparar novos juízes contribuindo para tornar os julgamentos homogéneos, evitando discrepâncias que dependem de critérios indubitavelmente honestos mas por vezes ultrapassados. Efectivamente, se um julgamento em modelo e andamentos não tem nem pode ter a precisão de uma operação matemática, pode e deve reger-se por princípios base internacionalmente reconhecidos, que evitam, por exemplo, que um juiz dê um 9 a um animal com 4 sobrecanas enquanto o outro juiz o gratifica com um 18, por achar que aquele defeito não é penalizador em provas de reprodutores!

Assim, estes cursos revestem-se da maior relevância, dadas as consequências que um bom julgamento pode ter na criação cavalar portuguesa. Com efeito, um concurso de Modelo e Andamentos bem julgado é uma prova muito importante e de grande interesse para orientação dos Criadores na selecção de reprodutores, tendo portanto uma influência considerável na qualidade da criação cavalar nacional.

Os participantes receberão um diploma certificando que frequentaram estes Cursos.


(©) Copyright Cavalonet 2000 - 2013