Voltar - Página Inicial Comentários Contactos Links Mapa do Site Definir como Homepage Adicionar aos Favoritos Canal de Conversação
Search

Notícias Equestres


Alternativa do Cavaleiro João Moura Caetano
09/06/2006
A corrida nocturna desta 5ª feira, dia 8 de Junho, fazia-se adivinhar repleta de êxitos memoráveis. O cartel anunciava a corrida da tomada de alternativa de João Moura Caetano, na Monumental do Campo Pequeno, recebida das mãos de seu pai, Paulo Caetano, enfrentando um touro de sua casa. Infelizmente, o seu oponente, de 536 Kg, apresentou-se manso e sem energia, não permitindo o brilhantismo que seria de esperar, embora a lide tenha terminado com um bom ferro de palmo.

O jovem cavaleiro, ultrapassado o nervosismo inicial, conseguiu correctas distâncias e bons ferros, embora não tenha conseguido uma lide de excepção devido à mansidão do seu oponente.

No segundo touro da noite, um exemplar ferro Vinhas, também este sem energia e andamento, Paulo Caetano conseguiu apenas alguns bons ferros, numa lide de grande serenidade. Não foi uma noite afortunada para este cavaleiro.

António Telles, recebeu magnificamente o terceiro touro em praça, desta feita, ferro Conde Cabral, à porta gaiola. Apresentando-se bem a princípio, depressa se refugiou em tábuas. Conseguiu, contudo, bons ferros compridos em sortes à tira, e bonitos ferros curtos em sortes de fronte, brindando o público com uma lide magnífica.

A Rui Salvador coube a lide do que viria a ser o touro vencedor do prémio de apresentação em disputa, decisão refutada por muitos. De ferro Guiomar Cortes Moura, o quarto da noite tinha dificuldades em se fixar. No entanto, como vem sendo hábito, Salvador agraciou os presentes com bonitos ferros, tendo sido muito aplaudido pelo público.

Considerado, actualmente, um dos melhores toureiros, Luís Rouxinol teve uma prestação muito apreciada. Lidando um touro da casa Ortigão Costa, muito bem apresentado, embora manso, cravou bons ferros, conseguindo momentos altos.

O último touro da noite, um Passanha, ao qual foi atribuído o prémio de melhor touro, coube a João Salgueiro. Noite afortunada para este cavaleiro, que proporcionou a melhor lide da noite. Tendo como oponente um bonito exemplar de 660 Kg, bravo e enérgico, e embora o início da sua lide não tenha sido o melhor, rematou com bonitos ferros, fazendo vibrar a plateia que o aplaudiu de pé, entusiasticamente.

Ao Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, sob orientação do cabo João Pedro Bolota, coube a abertura de praça, Bruno Pardal a realizar uma bonita pega à primeira tentativa. Seguiu-se João Pedro Marques, também concretizando a sua pega ao primeiro intento, fechando-se bem, consumando-a com nobreza e arte. Finalizando a actuação em praça deste grupo, Vasco Pinto consumou uma pega serena, concluindo a noite com um balanço positivo.

O Grupo de Forcados do Aposento da Moita, de seu cabo Tiago Ribeiro, e primeiro em praça pelo grupo, tiveram um mau início de noite, falhando as ajudas no primeiro toiro da noite. No entanto, a grande determinação e garra do cabo, permitiu-lhe consumar esta primeira pega. O segundo forcado em praça foi João Camejo, concretizando a sua pega apenas à terceira tentativa. Netin Wene encerrou a noite com uma bonita pega ao primeiro intento.

Na cerimónia de entrega dos prémios, estava em disputa os prémios de bravura, ganho pela ganadaria Passanha, e de apresentação, entregue à casa de Guiomar Cortes Moura.

O Hino Nacional, foi o encerrar de mais uma noite na Praça do Campo Pequeno.


(©) Copyright Cavalonet 2000 - 2013