Voltar - Página Inicial Comentários Contactos Links Mapa do Site Definir como Homepage Adicionar aos Favoritos Canal de Conversação
Search

Notícias Equestres


II Torneio Internacional de Pólo a 15 e 16 de Julho no Zambujeiro - Santo Estêvão
10/07/2006
O La Várzea Pólo Club, situado no complexo habitacional do Zambujeiro (Santo Estêvão) recebe no fim-de-semana de 15 e 16 de Julho, o II Torneio Internacional de Pólo – Mondial Assistance. Disputado por quatro equipas formadas por cavaleiros portugueses, espanhóis, brasileiros e argentinos, este grande evento tem como principal objectivo dinamizar esta fantástica modalidade em Portugal.

O Pólo é actualmente praticado com regularidade em mais de 50 países, tais como, Argentina, EUA, México, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Brasil, Irlanda, e agora também em Portugal. A modalidade vem ganhando carácter mundial, principalmente na Argentina, onde conquistou muitos adeptos devido às condições topográficas e climatéricas para a sua prática. É neste país que se produzem os melhores cavalos para este desporto milenar, e onde podemos encontrar os melhores jogadores do Mundo. A argentina estará representada com 3 jogadores de renome internacional, Sebastian Harriot (participou várias vezes no Abierto de Palermo (ARG) – Torneio mais importante do Mundo), Esteban Iturrioz (2 vezes vencedor da Taça de Ouro da Sicília (ITA) e vencedor da Taça de Ouro de Roma), Fermin Iturrioz (Vencedor da Copa de Ouro de Sottogrande em 2005 e participou várias vezes no Queen`s Cup, uma das mais importantes provas do Reino Unido).

O jogo de pólo é um jogo essencialmente de Equipa. A rapidez é a maior arma do jogo, o segredo, a amplitude da tacada. Dois conceitos importantes determinam este jogo: O primeiro é que cada jogador tem a obrigação de apoiar o esforço da equipa, tanto na defesa como no ataque; O segundo conceito é a linha da bola, isto é, a linha imaginária que a bola cria, indo do ponto A ao B. A linha permanece até o jogador taquear para outra direcção, quando uma nova linha é criada. Um jogador deve cruzar a linha somente se não oferecer perigo, por exemplo, uma colisão com outro cavaleiro.

Jogadores: Em campo quatro jogadores para cada lado. Cada um tem uma função específica, mas deve sempre apoiar a equipa. O jogador número 1 concentra-se nas oportunidades de ataque para fazer o golo. O número 2 apoia o 3 nas jogadas de defesa e deve voltar rápido para seguir o 1 no ataque. O número 3 é o armador da equipa que deve passar a bola para o 2 e para o 1. O jogador 4, ou back da equipa, deve jogar na defesa. As tarefas não são rígidas. As partidas são controladas por dois juízes montados e um árbitro que permanece fora do campo. Somente o capitão de cada equipa tem permissão para falar com os juízes. O jogo é disputado em 6 tempos, ou chukkers, e cada um tem duração de 7 minutos, com intervalo de 3 minutos entre eles.

No plano social e, de forma a permitir um maior envolvimento dos cerca de 300 convidados esperados no recinto VIP do II Torneio Internacional de Pólo – Mondial Assistance, a organização tem previsto inúmeras actividades ligadas ao pólo e ao hipismo, como aulas de equitação em cavalo e pónei e “taqueio” de Pólo.

Será sem dúvidas um fim-de-semana inesquecível para os amantes do Pólo e para o desenvolvimento deste fantástico desporto milenar em Portugal.


(©) Copyright Cavalonet 2000 - 2013