Voltar - Página Inicial Comentários Contactos Links Mapa do Site Definir como Homepage Adicionar aos Favoritos Canal de Conversação
Search

Notícias Equestres


Triunfo de Rouxinol e Ana Baptista em noite de confirmação de alternativa
21/07/2006
Uma vez mais, a praça de touros de Campo Pequeno foi palco de uma grande noite. Recordando momentos aí vividos, Ana Batista confirmou a sua alternativa, como a primeira mulher a realizar tal feito nesta tão conceituada praça. Também o bandarilheiro Guilherme Pereira confirmou a sua alternativa nesta mesma noite, contando já com uns bonitos 60 anos.

Os touros apresentados ostentavam o ferro da casa Pinto Barreiros, tendo, no geral, conseguido uma avaliação positiva, bem apresentados e permitindo boas lides, destacando-se o 3º e o 4º, sérios e bravos. O mais complicado foi o 2º toiro da noite. Infelizmente, houve um percalço com o 4º toiro em praça, bonito e revelando muito boas qualidades, que, ao entrar em praça se magoou, tendo sido substituído por um sobrero outro não do mesmo calibre e não pertencente ao mesmo ferro.

Dos cavaleiros da noite, coube a Rui Salvador a abertura de praça. Apesar de ter conseguido bons momentos, não foi uma das suas melhores noites. No primeiro da noite, conseguiu bons ferro compridos, tendo-se, depois, desentendido com o touro até ao final da sua lide. No segundo oponente do seu lote, não foi brindado com a fortuna, conseguindo apenas alguns bons ferros, com grande esforço, uma vez que tanto cavalos como toiro desajudaram e dificultaram a lide. Consciente de uma prestação não muito positiva, quis recusar a volta à praça. No entanto, o público presente esteve consigo e obrigou o cavaleiro a sair para a praça e receber os aplausos dos presentes.

Seguiu-se Luís Rouxinol. Uma vez mais, abrilhantou a noite com lides do mais alto gabarito e arte, como de há uns tempos a esta parte, nos vem vindo a habituar. Agraciado pela sorte, obteve o melhor lote da noite. A sua primeira lide levou ao rubro a plateia, com grande arte, emoção e saber, com um bonito violino, um perfeito par de palmitos e rematando uma lide de grande triunfo com um par de bandarilhas. Já não segundo, apos um começo não tão afortunado, com pequenos desencontros e desentendimentos, revelou os seus conhecimentos, dando a volta ao touro e cravando bonitos ferros.

Ana Batista, uma das anfitriãs da noite, veio a praça confirmar a sua alternativa. Mostrou a sua classe e arte no que foi o seu primeiro touro da noite, agradando em muito os presentes com a sua prestação e bonitos ferros.
No segundo da sua lote, conseguiu uma bonita recepção e mostrou a sua classe com emotivos ferros, tendo terminado a sua lide com um ferro de palmo. Muito bem esteve esta cavaleira.

Presentes estiveram, também, os forcados Amadores de Alcochete, abrindo praça José Vinagre, forcado valente e de grande correcção, fechando-se com valentia à primeira tentativa e conseguindo uma bonita pega. Rui Batista foi o segundo forcado em praça, conseguindo, também ele, a concretização da cite ao primeiro intento. Vasco Pinto, forcado de grande experiência e saber, que se tem apresentado muito bem em praça, não contou com uma das suas melhores noites, tendo enfrentado o mais sério dos touros em praça. Não conseguiu fechar-se correctamente ao primeiro intento; no segundo falharam as ajudas; no terceiro o touro foi duro. Apenas à quarta tentativa consumou a pega.

Pelo Grupo de Forcados Amadores de Coruche, Nuno Feijoca foi quem abriu praça, conseguindo uma bonita pega à primeira tentativa. Carlos Tomas repetiu a proeza no segundo toiro da lote do grupo. O cabo, Amorim Ribeiro, foi quem fechou praça, recebendo bem o toiro. Contudo, este tirou-lhe a cara, tendo consumado a pega apenas à segunda tentativa.


(©) Copyright Cavalonet 2000 - 2013