Voltar - Página Inicial Comentários Contactos Links Mapa do Site Definir como Homepage Adicionar aos Favoritos Canal de Conversação
Search

Notícias Equestres


Reprise da Escola de Mafra participou na Gala des Crinères D´Or
23/01/2007
Todos os anos, no mês de Janeiro, Avignon torna-se a capital mundial do cavalo, com a realização do terceiro maior salão do cavalo da Europa. De 17 a 21 Janeiro, mais de 120.000 pessoas visitaram a 22ª edição da Cheval Passion. Num evento que engloba não só a conhecida Gala de Crinières D´Or, mas também concursos de póneis, campeonatos, shows equestres, o Cabaret Equestre e mais de 250 expositores divididos por 5 pavilhões. É sem dúvida, um local a apontar nas agendas dos “apaixonados dos cavalos”.

Foi neste magnífico cenário, com o cavalo sempre por fundo, que a Reprise da Escola de Mafra participou na Gala des Crinères D´Or, o mais importante espectáculo do certame. De quarta a domingo, cinco espectáculos seguidos, animaram a noite da Cheval Passion, durante mais de hora e meia, onde a magia do cavalo se revelou desde o atraente número de circo, passando pela coreografia com bailarinos, até à equitação clássica, onde a orientação de Maurice Galle e seu filho Fabien, conduziram a uma noite plena de espectáculo, magia e arte.

Num pavilhão, sempre lotado, que acolheu diariamente mais de 5.000 espectadores, 11 números compuseram um painel bastante variado, onde um público bastante participativo, sempre com muitas palmas durante as apresentações, premiou de forma calorosa e entusiástica o final dos números.

Com um total de 12 cavalos, sendo 2 de reserva, a Escola de Mafra, apresentou-se a 10 conjuntos, levando 6 cavalos Puro Sangue Lusitano da Coudelaria Nacional e 6 Cruzado Português, num enlace de pelagens que desde 2002 se vem traduzindo numa combinação que tem merecido rasgados elogios.

Com uma viagem de 3 dias, por estrada, os 1.700 Km, sendo desgastantes para os cavalos, felizmente não impediram que todos participassem naquele evento. Durante 5 noites as apresentações foram um crescente da qualidade, à medida que os cavalos se foram habituando os efeitos das luzes, sombras e palmas. As expectativas, foram largamente superadas e se o sucesso era podia ser um receio, no final as coisas foram diferentes e voltaram a casa com um sentimento de “missão cumprida”. Foi uma participação que muito prestigiou a Equitação Militar, o Exército e País.


(©) Copyright Cavalonet 2000 - 2013